Projeto Valorização do Rio Tinto

a a a
A abordagem ao Rio Tinto assume um papel importante na estratégia da LIPOR para a Biodiversidade e de Responsabilidade Social. 
 
O Rio Tinto nasce no lugar de "Montes da Costa”, freguesia de Ermesinde, Concelho de Valongo, e sendo um pequeno afluente do rio Douro, desagua na sua margem direita, na zona do Freixo, freguesia de Campanhã, Concelho do Porto. A bacia hidrográfica do Rio Tinto tem uma área de aproximadamente 23,5 km2, abrange os Concelhos de Valongo, Gondomar, Maia e Porto, sendo que o curso de água cerca de 12 km de comprimento. 
Na LIPOR a expressão do Rio Tinto é bastante reduzida, no entanto a Organização considera que o seu envolvimento deve ser total. 
 
O projeto de Valorização do Rio Tinto pretende contribuir para a definição de uma ação conjunta, que tem como premissas cadastrar e permitir confirmar zonas de contaminação, monitorizar a evolução da qualidade da água, permitir sustentar de um ponto de vista técnico-científico, as intervenções indispensáveis para a recuperação do rio, reavivar o ecossistema ribeirinho e definir usos futuros sustentáveis no mesmo. 
 
Nesta concretização, tem sido levado a cabo um Programa de Monitorização para Avaliação da Qualidade da Água e dos Sedimentos do Rio Tinto, de modo a contribuir para a identificação das causas de degradação da qualidade da água. Esta avaliação será concretizada pela definição de parâmetros físico-químicos e biológicos representativos, num conjunto de locais selecionados no curso do rio, considerando-se o seu percurso desde a nascente à foz. Com base  nessa avaliação, tem vindo a ser definido um conjunto de intervenções para a recuperação do rio e das suas margens.
 
Complementarmente, em 2015, a LIPOR recriou a figura do "Guarda-Rios”.
Com funções diárias de vigilância ao troço do rio Tinto que ladeia as instalações da LIPOR, o nosso "Guarda-Rios”, preenche diariamente um Boletim de Inspeções, que mensalmente são compilados e remetidos aos Parceiros de Protocolo de Colaboração do Rio Tinto.  
 
Este projeto tem como parceiros da LIPOR, os Municípios de Valongo, Gondomar, Maia, Porto, as Águas de Gondomar, SA., as Águas do Porto, a Universidade Fernando Pessoa e a Agência Portuguesa do Ambiente, I.P./Administração da Região Hidrográfica do Norte,as Águas de Valongo, SA., as Juntas de Freguesia de Rio Tinto, Ermesinde, Águas Santas, Baguim do Monte e Campanhã.
 

 

Este Projeto de Valorização complementa-se com a Estratégia de Aproximação do Rio Tinto à Comunidade, e para saber mais www.lipor.pt/pt/educacao-ambiental/parque-aventura-trilho-ecologico/
voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros